Poesia Parnasiana

A poesia parnasiana é objetiva, descritiva e materialista, sem vínculo com a realidade. Outras características são a alienação, o rigor formal, a busca pela perfeição, a inspiração na Antigüidade clássica, a sensualidade, a presença de mitologia pagã e o uso de uma linguagem rebuscada.

Os principais representantes são:

OLAVO BILAC – apresentou poesias de temas variados, como o lirismo amoroso, a morte, a velhice, a existência humana, além da História Antiga e do Brasil. Conhecido como o “principe dos poetas brasileiros”.
obras: “Via Láctea”, “Sarças de Fogo”.

ALBERTO DE OLIVEIRA – o “mais parnasiano”; escreveu poemas sentimentais, descritivos e satíricos.
obras: “Vaso Grego”, “Vaso Chinês”, “Obras Parnasianas”.

RAIMUNDO CORREIA – suas obras apresentam reflexões de ordem moral e social, com versos pessimistas e filosóficos.
obras: “As Pombas”, “A Cavalgada”.

Postado por Raisa Anibal

Para ver mais sobre Poesia Parnasiana, clique aqui.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: